Sobre o IPC-IG

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG, na sigla em inglês) é um fórum global para o diálogo Sul-Sul sobre políticas de desenvolvimento inovadoras, fruto de um acordo de parceria entre o Governo do Brasil, representado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP)  e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O mandato IPC-IG é promover a produção e divulgação de estudos e recomendações políticas, o intercâmbio de melhores práticas em iniciativas de desenvolvimento e a expansão do diálogo Sul-Sul.

Uma voz para o crescimento inclusivo sobre o Sul Global e para o Sul Global

O IPC-IG foi fundado em 2004 e, desde 2013, recebe apoio operacional do escritório do PNUD no Brasil, cujo Representante Residente é também diretor interino do Centro. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) hospeda o IPC-IG e seus pesquisadores contribuem substancialmente para as atividades do Centro.

Desde a sua fundação, o IPC-IG vem oferecendo serviços e ferramentas para fortalecer as capacidades institucionais dos governos do Sul global, o que inclui o trabalho com questões de proteção social, análise, monitoramento e avaliação de políticas públicas. 

 

Missão

A missão do IPC-IG é promover o diálogo e facilitar o aprendizado entre países em desenvolvimento sobre políticas sociais inovadoras que levam ao crescimento inclusivo. As abordagens inovadoras utilizadas pelo IPC-IG giram em torno de três pilares:

1.      Produção de conhecimento - realizando pesquisas e estudos, como análises e avaliações de políticas;

2.      Compartilhamento de conhecimento - facilitando o intercâmbio de experiências inovadoras e iniciativas entre os países do Sul; 

3.      Fortalecimento de capacidades - fornecendo e facilitando a construção colaborativa de atividades de capacitação e fluxos de conhecimentos entre os países do Sul. 

 

Leia mais sobre o trabalho do IPC-IG: faça o download do nosso One Pager Institucional (pdf). 

Leia os Relatórios Anuais de Atividades do IPC-IG: 2017; 2016; 2015; 2014.

Parceiros

O IPC-IG tem parceiros nacionais e internacionais que realizam suas atividades por meio de acordos específicos ou colaboração mútua.  Esses incluem: Ministérios das áreas socioeconômica e ambiental; o Banco Mundial; o Escritório de Avaliação Independente do PNUD (IEO); PNUD Cabo Verde; Escritório Regional do PNUD para América Latina e Caribe (RBLAC);o Programa Mundial de Alimentos (PMA); os escritórios do UNICEF  em Cabo Verde e na região do Oriente Médio e Norte da África (MENA) e Egito, ONUMulheres; o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA); o Departamento de Relações Exteriores do Governo da Austrália (DFAT);  o Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional (DFID); a Agência Alemã para a Cooperação Internacional (GIZ); o Banco Asiático de Desenvolvimento (ADB); a Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL); Comissão Econômica e Social para a Ásia e  o Pacífico (ESCAP); agências das Nações Unidas no  Brasil, bem como entidades da sociedade civil e organizações internacionais e bilaterais.
 

Estrutura Organizacional

A equipe do IPC-IG está organizada na seguinte estrutura:

Conselho Executivo

O Conselho Executivo supervisiona o desempenho e as realizações do IPC-IG de acordo com o plano anual de trabalho do Centro. É composto por representantes das seguintes instituições:

  • Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)
  • Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP)
  • Ministério das Relações Exteriores (MRE)
  • Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)

O Centro secretaria o Conselho Executivo. 

Ata da reunião do Conselho Executivo do IPC-IG, realizada em 15/4/2016. Leia aqui

Diretor interino:

Niky Fabiancic

 

Pesquisadores:

Diana Sawyer (Coordenadora Sênior de Pesquisa)
Fábio Veras Soares (Coordenador Sênior de Pesquisa)
Rafael Guerreiro Osorio (Coordenador Sênior de Pesquisa e representante do Ipea)
Sergei Soares (Coordenador Sênior de Pesquisa)
Cauã Cardoso
Daniela Soares
José Henrique Silva
Julio Kuwajima
Luiz Augusto Bronzatto
Tamara Santos
Valéria Fechine
Vinícius Nogueira
 

Gestão de Projetos e Operações

Lídia Ignácio Alves
Maria Teresa Fontes (PNUD Brasil)
 
Equipe socialprotection.org:
Débora Zampier
Mariana Balboni (Coordenadora)
Marina Carvalho
Patrícia Velloso Cavallari
Stefan Trifunovic
Yannick Roulé
 

Comunicação:

 

Publicações:

Roberto Astorino (Coordenador)

 

TI e Gestão Web:

André Lyra (Coordenador)
 

Consultores(as) individuais:

Ana Lizete Farias
Ashleigh Slingsby
Carla Bronzo
Carolina Bloch
Charlotte Bilo
Elisio Mazive
Isaque Eberhardt
Jean Paiva
Jessica Baier
Karine Farinha
Katia Ramos
Maria Miguel Hernandez Lagana
Maíra Cucio
Ryan Nehring
Sofie Olsson
Tatiana Zavala

Estagiários e pesquisadores visitantes:

Alice Roza
Jamila Odeh-Moreira
Juliana Bernardino
Karina Berardo
Lea Smidt
Lia Carvalho Hesselring
Luca Lazzarini
 

Participe: Oportunidades

O IPC-IG oferece uma variedade de oportunidades para você se envolver com nosso trabalho como indivíduo, organização ou instituição de pesquisa:

  • Programa de Estágio: desenvolvido para fornecer suporte em pesquisa aplicada e diálogo de políticas públicas do IPC-IG e simultaneamente complementar as experiências práticas dos estagiários em diversas áreas relacionadas ao desenvolvimento internacional.
  • Programa de Pesquisador Visitante: desenvolvido para fornecer apoio para profissionais de meio de carreira em avançar os objetivos de suas instituições e promover pesquisa na área de desenvolvimento social.

As informações sobre os programas de estágio e de pesquisador visitante estão em disponíveis em inglês. Esse idioma é um dos requisitos para participação nos citados programas.

Email: ipc@ipc-undp.org